Deus: Nem todas as palavras, músicas, poesias, histórias, lendas, melodias, sinfonias; Nem todos os livros, filmes, verbos; Nem os mais altos montes e os maiores castelos; Nem os planetas mais distantes e os corpos mais belos; Nem os mais profundos mares, golfos, penínsulas e oceanos; Nem qualquer amor que se construa em minutos, horas, semanas, meses e anos; Nada, nunca poderá explicar a grandeza e a importância do que você é pra mim. Impossível. Inconfundível. Irremediável. Indiscreto. Indireto. Íntimo. Indagável. Indescritível. Intenso. Inesquecível. Perfeito.

"Mais que palavras no papel. É a liberdade incondicional de criar outros mundos, inventar tempos, viver personagens, provocar a fantasia e abraçar a partilha da escrita."

 
Andréa Kopper, 23/02/2014.

É você.

"Eu quero que dê certo. Eu quero que você seja o alguém que vai me dizer 'sim' no altar e que vai me olhar enquanto durmo. Eu quero que seja você que vai fazer meu coração ficar acelerado e calmo, ao mesmo tempo. Eu quero que seja você que vai me arrepiar e acordar os pelos do meu corpo com apenas um toque. Eu quero que você seja o alguém. O 'ele' dos meus textos. Eu quero você. Eu quero a gente. Pra sempre, pra vida inteira. Obrigada por me ganhar nas brigas, pelos maus momentos. Obrigada por me deixar com frio na barriga por ver seu nome no celular ou quando você chega. Obrigada por me olhar daquele jeito que acalma tudo e por segurar minha mão quando eu preciso. Mas acima de tudo, obrigada por me fazer ir dormir sorrindo com aquela sensação gostosa de saber que o seu amor é meu." *fs.
Andréa Kopper, 16/01/2014.

Tudo novo, de novo.

Num mundo perfeito, as nuvens seriam de algodão, as guerras de travesseiro, chuva não daria gripe nem resfriado, bife de fígado teria gosto de brigadeiro. E se um dia o céu amanhecesse cinza, era só pintar de azul de novo. 
Nesse novo ano, que tal começar enxergar o mundo pelos olhos de uma criança?

Andréa Kopper, 01/01/2014.





"Pode não parecer tão dramaticamente óbvio, mas às vezes Ele nos levará a enfrentar situações em que todas as circunstâncias parecerão contra nós. Mas por que todo esse drama e suspense? Talvez para aumentar nossa reverência, confiança e dependência nEle, pois não somos nós que vencemos as batalhas, mas Deus."



Andréa Kopper, 03/12/2013.
"A missanga, todos a veem. Ninguém nota o fio que, em colar vistoso, vai compondo as missangas. Também assim é a voz do poeta: um fio de silêncio costurando o tempo."

O fio das missangas, Mia Couto.

Andréa Kopper, 13/11/2013.